quarta-feira, 13 de julho de 2016

Inevitável


Eis que estas mágoas, tristezas e dores,
são regressadas com seus mil horrores.
Mas mesmo assim eu tentei me conter,
pois não queria as voltar a escrever.


Eis que esta vida não quer me dar paz,
pois toda alegria que tenho é fulgaz.
Mas mesmo assim eu tentei me conter,
pois eu não queria novamente escrever.

Mas ao crescer esta enorme pressão,
não consegui prender meu coração.
Tive que a pena e o caderno reaver,
pros sofrimentos voltar a escrever...

Breno Sarranheira.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...