sexta-feira, 4 de julho de 2014

Mendigo


Na calçada, bem sujo e despenteado,
todos os dias ficava sentado,
um pobre mendigo desconsolado,
esperando que algo lhe fosse dado.

E todos os dias observava,
uma bela dama que ali passava,
e quando ele estendia-lhe sua mão,
pedia do fundo do coração:

"Moça poderias dar um pouquinho,
a este pobre e velho pedinte,
um pouquinho de ternura e carinho,
só o que me dure até o dia seguinte?"

Confiando que o tempo não faltaria,
ela lhe dava esperança vã,
e todas as vezes lhe respondia:
"Hoje ainda não, mas quem sabe amanhã?"

Um dia ela estranhou ao passar,
já não mais ele lá se encontrar.
Tinha na noite anterior falecido,
sonhando seu carinho prometido.

- Celso Santos

Curta, comente e compartilhe. Visite a nossa página no facebook https://www.facebook.com/pages/Dizendo-a-Mente/362170663903650

Imagem: miriamrousseau.wordpress.com




Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...