quinta-feira, 24 de julho de 2014

When you get blinded by pride, remember: it is much better to win harmony than to win the argument.

- Celso Santos
Quando o orgulho te cegar, lembre: é bem melhor ganhar harmonia do que ganhar a discussão.

- Celso Santos

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Superar

Das cinzas eu vou renascer,
as mágoas pra longe lançar.
Do abismo vou me reerguer,
e a vida, alegre desfrutar.

Das tristezas vou me esquecer,
já não mais irão me afetar,
e a todos eu vou surpreender,
por poemas alegres entoar.

Das feridas, convalescer,
as cicatrizes estimar,
pois com elas vim a aprender,
a nunca mais me machucar.

- Celso Santos

Curta, comente e compartilhe. Visite a nossa página no facebook: https://www.facebook.com/pages/Dizendo-a-Mente/362170663903650

Grato por ler.

Imagem: paixaopelofogo.blogspot.com




terça-feira, 22 de julho de 2014

Rir pra não chorar

Das tristezas eu vim a gargalhar,
e das agonias, a debochar.
Quem via ficou então muito intrigado,
e perguntaram-me: "Estás tresloucado?".

Respondi: "Devo estar pois, abatido,
se a vida foi feita pra se alegrar?
Não quero mais ficar entristecido,
por isso então eu rio pra não chorar.

A alegria é curta e a vida também,
a esta lei não se pode contrariar.
Quem é bondoso só ganha desdém,
por isso então eu rio pra não chorar.

O amor é cheio de muita tristeza,
disso eu te posso bem assegurar.
Desta vida só a morte é certeza,
por isso então eu rio pra não chorar.

As dores irão sim, sempre existir,
de que adiantaria eu me amargurar?
Já que não se pode disto fugir,
por isso então eu rio pra não chorar".

- Celso Santos

Curta, comente e compartilhe. Visite a nossa página no facebook: https://www.facebook.com/pages/Dizendo-a-Mente/362170663903650?ref_type=bookmark


Imagem: pimenta-com-br.blogspot.com



quinta-feira, 17 de julho de 2014

Esperar ou procurar

As coisas nos acontecem quando menos esperamos. Essa frase me causa muita perturbação.

Já perdeu as chaves ou o telefone? Talvez a carteira ou o calçado? Com certeza que sim. Também com certeza já passou pela curiosa experiência de por um mero acaso, vir a encontrar o objeto perdido algum tempo depois, quando já tinha esquecido dele e desistido de procura-lo. Não consigo no entanto aceitar que isto se aplique no amor.

Esta minha relutância deve ao fato de que, com a mesma veemência dos que dizem que deve-se deixar as coisas acontecerem no seu tempo devido, tem aqueles que são resolutos em afirmar que as coisas não caem do céu, que temos que esforçarmo-nos pelo que queremos, correr atrás com todo o empenho, nunca desistir.

Talvez a resposta esteja em um meio termo. Talvez para amar de verdade tenhamos primeiramente de não necessitar amar. Assim quando o fizéssemos, saberíamos que estávamos amando pelo puro prazer de amar, e não por uma necessidade de evitar a solidão ou de curar um coração partido.

Celso Santos

Curta, comente e compartilhe. Visite a nossa página no facebook:
https://www.facebook.com/pages/Dizendo-a-Mente/362170663903650?ref=hl&ref_type=bookmark

Grato por ler.

Imagem: www.vectorstock.com



sexta-feira, 4 de julho de 2014

Mendigo


Na calçada, bem sujo e despenteado,
todos os dias ficava sentado,
um pobre mendigo desconsolado,
esperando que algo lhe fosse dado.

E todos os dias observava,
uma bela dama que ali passava,
e quando ele estendia-lhe sua mão,
pedia do fundo do coração:

"Moça poderias dar um pouquinho,
a este pobre e velho pedinte,
um pouquinho de ternura e carinho,
só o que me dure até o dia seguinte?"

Confiando que o tempo não faltaria,
ela lhe dava esperança vã,
e todas as vezes lhe respondia:
"Hoje ainda não, mas quem sabe amanhã?"

Um dia ela estranhou ao passar,
já não mais ele lá se encontrar.
Tinha na noite anterior falecido,
sonhando seu carinho prometido.

- Celso Santos

Curta, comente e compartilhe. Visite a nossa página no facebook https://www.facebook.com/pages/Dizendo-a-Mente/362170663903650

Imagem: miriamrousseau.wordpress.com




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...