terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Felicidade

A felicidade é o destino dos tolos e o caminho dos sábios.

Muitos pensam que há um caminho para a felicidade. Por causa disso partem, cônjuge após cônjuge, casa após casa, emprego após emprego e ainda assim não são felizes.

Não é culpa deles na verdade. Desde a infância ouviram que a felicidade era um destino, uma linha de chegada para os perseverantes ou um despojo de guerra para os fortes. Nada podia estar mais longe da verdade.

As pessoas pensam que a felicidade é um tesouro dentro de um baú, o qual podem abrir com a chave da casa própria, do casamento, do trabalho, etc. O problema é que elas não entendem que a felicidade é que é a chave! Ela é que abre os baús do sucesso, do amor e aí por diante. Não é mais provável ser promovido um trabalhador com um espírito animado? Na escolha de um parceiro, não é mais atraente alguém com um sorriso nos lábios?

Um bom começo para ser feliz é ser grato pelo que já tem. Sei que às vezes pode ser difícil identificar as coisas boas que temos na vida. Se assim for no seu caso, pense no que sentiria falta caso perdesse como sua saúde, seus familiares, sua vida ou até mesmo a simples refeição do dia. Com certeza verá algo pelo qual ficar contente.

Por isso lembre-se: a felicidade é vivida, não buscada. Quando aperceber-se que ela não é onde quer chegar mas sim como quer ir aonde quer que vá, então estará livre para ser feliz.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...