terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Você

Ao te ver meu coração passa a acelerar,
bate tão forte como se fosse estourar,
lateja, até dói, por desejo de te amar,
por dentro se corrói, pois quer se declarar.

Como fico feliz ao tua voz escutar,
e como me alegro ao contigo conversar!
Juro ouvir anjos em meu ouvido cantar,
quando comigo começas a falar.

E quando a benção de teu toque me é concedida,
sinto-me morto, totalmente sem vida,
pois a um mortal não se devia deixar,
o toque de uma deusa poder desfrutar.

Mas depois então lembro-me minha querida,
que já com outro estás comprometida,
minha única vontade então é morrer,
pois se não podes ser minha de que me adianta viver?


Breno Sarranheira.



Imagem: www.fanpop.com

Cansei

Estou cansado de em vão me alegrar,
estou cansado pois de me iludir,
estou cansado sim de me enganar,
estou cansado já de persistir.

Estou cansado de tanto buscar,
como se tentasse alcançar o vento,
estou cansado de me machucar,
já não aguento este sofrimento.

Estou cansado de com isto sonhar,
e de com chacota ser retribuído,
estou cansado de tentar amar,
de ser por isso tanto repreendido.

Estou cansado já pois de escutar:
"Quero que sejas somente um amigo",
que "Seja feliz!" não me viessem falar,
mas antes "Venha ser feliz comigo".




Imagem: shalombewithyou.com

Shadow

As I saw my intent move forth,
of this I could realise:
what I wanted wasn't to move away,
but simply to disappear.

I don't want to live amongst the men,
suffering their customary evils,
that they should rob me of my justice,
or of their evilness become a partner.

I wanted to inhabit in the clouds,
to attend the dreams of the living,
to carve my name in macabre slabs,
to become a vague memory.

Scars

I find extremely appropriate the comparison often made between physical and emotional injuries. In both situations there's a wound, this wound causes pain and leaves a scar.

I always wondered about the purpose of scars. I never understood why the body decides to leaves traces of some wounds and not of others. Whatever the reason might be, one thing is certain: it is very difficult for us to have a scar for which we don't know the cause, no, but we remember every detail, what happened, when, how, who was envolved and why.

Scars are like reminders so that we won't harm ourselves again in the same way. Who has never got wounded while cycling? Cycling is like living. You must have strengh, balance, persistence and not doubt.

To finish, I want to leave this thought: the one who pedals risks to fall, but the one who only walks doesn't enjoy himself as much.




It is better to be sad than to be indifferent, for sadness is a form of emotion, and it is appropriate for the living to have emotions. Indifference however reveals that the person is already dead inside.

- Breno Sarranheira.
É melhor estar triste do que indiferente, pois a tristeza ainda é uma forma de emoção, e é próprio dos vivos se emocionarem. A indiferença no entanto revela que a pessoa já está morta por dentro.

- Celso Santos.

Auto estima

Seria capaz de ir a um consultório de um dentista desdentado? Ou de ir a um salão de um cabeleireiro que tivesse o cabelo despenteado, sujo e mal cortado? É claro que não. O mesmo acontece com o amor.

Não, não tive essa epifania independentemente. Ela foi causada por uma conversa que tive com uma amiga uns dias atrás. Seus conselhos abriram meus olhos.

Você não pode exigir ou esperar ser amado, nem querer amar outra pessoa se primeiramente você não ama a si próprio. Isso não significa que você não mereça ser amado, não, nada disso. O direito ao amor é um direito nato do ser humano, tal como o direito à vida.

Mas tal como com os exemplos dos profissionais citados acima, você primeiro deve demonstrar que sabe cuidar de você mesmo para esperar que outra pessoa confie que você é capaz de cuidar dela.

Também, tal como em todas as outras áreas da vida, para poder exigir algo de alguém você deve dar o exemplo. Não pode esperar que alguém o ame se nem mesmo você se ama. Primeiro busque dentro de si mesmo alguém digno de ser amado, veja todas as suas qualidades, note todas as suas virtudes e ame a si mesmo com mais intensidade do que a que você quer ser amado por outra pessoa.

Faria sentido alguém pensar: "quero uma pessoa desanimada e deprimida, que esteja sempre em prantos e esgote minhas forças para consola-la, alguém que esteja no fundo do poço"? Claro que não. As pessoas buscam alguém com quem se alegrar, por isso se alegre. Alguém com quem se divertir, por isso se divirta. Alguém com quem se animar, por isso se anime. Alguém para amar, por isso se ame.

A aparência é o espelho da alma. Cuide de si e logo obterá resultados. Lembre-se: o método mais eficaz de aprendizado humano é o da imitação. Aprenda a se amar e logo outros o imitarão.


Breno Sarranheira.



Imagem: ashtarcommandcrew.net/group/the-ashtar-paranormal-group/forum/topics/new-year-self-love-women-men-share-this-with-those-you-love

Quero

Quero contigo um filme assistir,
quero contigo no parque passear,
quero contigo por bobeira rir,
quero contigo poder conversar.

Quero por ti, com garra trabalhar,
quero por ti, alegria sentir,
quero por ti, cedo acordar,
quero por ti, voltar a sorrir.

Quero a você, dar atenção,
quero a você, dar alegria,
quero a você, dar meu coração,
quero a você, dar primazia.

Quero pra ti, telefonar,
quero pra ti, poemas compor,
quero pra ti, rosas comprar,
quero pra ti, dar meu amor.




Imagem: funlava.com/love-pictures/

Anseio

Só queria poder à um restaurante ir,
e uma mesa pra dois lá ocupar,
juntos pois a refeição decidir,
e em troca de olhares a desfrutar.

Só queria poder um filme assistir,
com ela ao meu lado para abraçar,
em choro e risadas nos divertir,
não tendo o que com que nos preocupar.

Só queria poder as aves ouvir,
seus lindos cantos alegre escutar,
sem triste depois me vir a sentir,
por não ter alguém com quem partilhar.

Só queria alguém em minha vida ter,
que aos meus sentimentos desse valor,
alguém pra ser a razão do meu viver,
para quem daria todo o meu amor.




Imagem: polifonias.wordpress.com/2011/02/25/saudade-e-ausencia/

Viajar

Numa tarde de chuva eu meditava,
no que esta vida tinha pra me dar,
vendo pois que nada mais me restava,
determinei-me pra longe viajar.

Prestes estava pra seguir caminho,
quando vieram-me então perguntar:
"Pra onde segues e porque vais sozinho?
Como é que poderão lá te encontrar?"

"Pra onde vou não posso te contar,
mas digo o porque que sozinho eu sigo:
ainda que fosse alguém convidar,
pessoa alguma viria comigo.

Também não precisam me procurar,
nem de lamentar a minha partida,
pois para onde eu agora vou viajar,
também vocês vão ao fim desta vida."





Imagem: understandmennow.com/love/why-men-leave-the-minute-they-become-vulnerable/

Dor de poeta

Sofria eu dum padecimento,
que já não podia mais suportar,
fui então obter tratamento,
e chegando lá passei a relatar:

"Doutor ajude-me por favor,
estou em grande sofrimento,
pois sinto no peito esta dor,
dor esta que não compreendo".

"Acalme-se caro paciente,
e diga-me o que acontece,
quando esta dor você sente,
e por fim ela o enfraquece".

"De emoção minha alma se agita,
traumas passo a reviver,
meu coração então palpita,
e começo a escrever.

Em versos a dor converto,
pra acalmar minha inquietação,
pro papel a tristeza verto,
em forma de composição".

"Já sei o que causa tua dor,
o motivo de teu gemido,
é mágoa de um grande amor,
que ainda não foi esquecido".

"O que faço então doutor,
haverá medicação,
que me tire só a dor,
mas me deixe a inspiração?".




Imagem: foxnews.com/health/2013/01/22/best-time-to-schedule-doctors-appointment/

Guerreiro

Há muito tempo atrás houve um guerreiro,
o mais corajoso do mundo inteiro,
lançando-se ao inimigo primeiro,
sem carecer sequer de companheiro.

Uma vez após batalha atroz,
foi convocado o guerreiro feroz.
Para que fossem as ordens cumpridas,
pôs-se ele a caminho ainda em feridas.

Glória receber é o que ele esperava,
pelas cicatrizes que carregava,
e que fosse por fim seu soldo dado,
pelo qual tanto havia batalhado.

Porém não foi considerado digno,
pois pairava no ar algo maligno,
e em vez de sua condecoração,
o que recebeu foi humilhação.

O soldo por ele tanto esperado,
tão merecido por muitos perigos,
foi como uma ofensa vil entregado,
aos mais cruéis soldados inimigos!

Assim sucedeu ao nosso grande herói,
por ter ele tolamente confiado,
pois não sabia que a vida destrói,
àquele que tem a justiça amado.


Breno Sarranheira.


Imagem: losttribes.net/images/trousers.jpg

Fear

I’m afraid...

I’m afraid of things passed,
that inhabit bygone times,
those in silence condemned,
matters never before discussed.

I’m afraid of my own house,
and of everyone that dwells in it,
of inciting it into hot flames,
creating intrigues that are so much avoided.

I’m afraid of what I’ll leave here,
and of what I’ll find there,
afraid that what I’ll bring with me,
will contrast with what I took from there.

I’m afraid of realizing,
to be there only with my body,
and in the end to be regretful,
and to deplore my enterprise.

I’m afraid...



Voice of the mind


Are you breathing? Of course you are. However, it is likely that you weren’t thinking about it until I called your attention. The same thing happens to our thoughts.

We are constantly thinking and doing it is as vital as breathing. The thoughts are divided into two groups: the ones we can express through words and gestures and those we can only try to do it with our eyes.

Gazing is truly a fascinating thing. It is the most plain form o communication between human beings. Words mess things up, they are ambiguous and hollow. The eyes however are sincere, sometimes even too much, (who has never been embarrassed by being caught looking at somebody, because they knew that their eyes had already said all that they were thinking?) leaves nothing to be said, does not lie. There is nothing more wonderful and frustrating than trying to tell someone how much we love them with our eyes. When we do it we’re really saying our minds.

It is not by no reason that when saying goodbye, in the final moments, when the heart bleeds love, people don’t talk but just look into each other’s eyes. It is not that they don’t have anything to say, no, far from that, but what they say, they say with their souls, and what speaks isn’t the mouth but the eyes. And believe me, they say more than we could ever imagine.

How many couples would be formed if it was possible to hear the beautiful thoughts of affection that occur in the other person’s mind? How many insecurities would be placated? How many friends would become brothers?

Therefore, next time you need to say what’s on your mind and you can’t find the words, do not be troubled. That dumb and silly look is already saying everything that the other person needs to hear.




Image: http://www.betweenmenandwomen.com/bmw-blog/

Impetuous

Oh infamous worm, why did you trust
and gave yourself to such a great love?
You dug this grave yourself,
you’ll have therefore eternal and cureless pain.

Gather now the pieces of your mind,
do it quickly, in an instant!

Who knows if by running you’ll learn how to walk,
and by going insane, to reason?

Dive, even without knowing how to swim,
and in case you drown in the water,
at least you were able to enjoy it…

Morto

Minhas forças vitais já se acabaram,
a este mundo por fim eu me rendo,
pois minhas dores me sobrepujaram,
e os seus desígnios eu não compreendo.

Quisera eu uma vez ser feliz,
acredite sim que isto eu fiz,
mas ainda era da vida aprendiz,
e não pude ver suas tramas sutis.

Saí pois de minha cova amada,
só para ser minha alma lograda,
pois pensando eu ser ressuscitado,
tive foi meu coração jarretado.

Depois veio então o rude coveiro,
e disse-me ele de modo grosseiro:
"Sai desta cova que é de outrem
pois nem estás morto, estás muito bem!"

Disse-lhe pois eu então: "Meu amigo,
escuta bem aquilo que lhe digo.
Se não me amam nem amo eu alguém,
não estarei eu já morto também?"



Imagem: www.cemitériosp.com.br

Fugir

Ao levantar-se o astro matinal,
perpetuando seu ciclo eternal,
de meu corpo minha mente despede,
e a seguir aos de outros ela procede.

Assim eu torno-me apenas miragem,
somente vivo aos olhos dos de fora,
pois viver em mim não tenho coragem,
porque é na minha carne que a mágoa aflora.

Em outros então, consigo habitar,
e também suas chagas posso ouvir,
mas quando em meus males passo a pensar,
minha única opção é fugir.

Mas quando em meu leito meu corpo deita,
e a mente é obrigada à ele voltar,
demônios que por mim estavam à espreita,
vêm o meu coração dilacerar.




Imagem:http://gordinhapoulain.blogspot.com.br/2012_06_01_archive.html

Musa

Qual lindas safiras, assim é o teu olhar,
que até parece um pecado te contemplar,
o toque de tua pele é tão suave e macio,
como se mármore fosse teu corpo esguio.

Quando tu principias a falar,
não consigo deixar de te louvar,
pois esplêndido é o teu linguajar,
tal como nenhum outro vim a escutar.

No calor de teu seio me retiro,
quando da mágoa da vida eu suspiro,
e quando ao extremo atormentado,
pelo teu amor sou acalentado.

Ó bela donzela onde te encontras?
Já há muito que por ti eu espero,
pois tua miragem vejo em tantas,
mas somente a ti que amar eu quero.



Já não posso

Já não posso aquela música ouvir,
já não posso em tal terra morar,
já não posso seu perfume sentir,
pois tudo isto me faz recordar.

Já não posso aquele filme assistir,
já não posso no seu nome pensar,
já não posso nenhum toque sentir,
pois tudo isto me faz recordar.

Já não posso aquele prato comer,
já não posso o horizonte contemplar,
já não posso nem na chuva correr,
pois tudo isto me faz recordar.

Já não posso nem aquela cor ver,
já não posso nem em amor pensar,
já não posso ao fim de contas viver,
pois tudo na vida me faz recordar.



Erro

Há muito tempo atrás fui "agraciado",
e com um coração "presenteado",
mas ainda em alegria tomado,
fui severamente aconselhado:

"Atenção e toma muito cuidado,
ele é tolo e não entende o que vê,
seja sábio e o mantenha controlado,
ou ele é que controlará você."

Desconsiderando o conselho dado,
eu fui dá-lo a primeira que encontrei,
e enquanto esperava ser amado,
tal cena macabra então presenciei:

Como que duma joia se tratava,
mui solenemente eu o entreguei,
como com um bebê que dormitava,
levemente eu suas mãos o pousei.

E o que se segue me custa dizer,
pois meu coração ela então tomou,
com um desprezo que não sei descrever,
e sob os seus pés o espezinhou.

E agora que tenho eu pra dar?
Pois meu coração já desperdicei,
mas mesmo que pudesse outro ganhar,
não queria pois maneja-lo não sei.



Presente



Não sei porque esse teu olhar pede,
aquilo que já deverias ter,
e de teu doce palato procede,
mágoa que não devias conhecer.

Anseio que possas te apossar,
da felicidade que te é devida,
que a alegria que te foram roubar,
seja por ti novamente sentida.

Que possas tua beleza ostentar,
qual medalha de batalha aguerrida,
com tua inteligência me espantar,
a cada declaração proferida.

Com tuas palavras me emocionar,
únicas que meu coração escuta,
e com o teu saber me silenciar,
pois até mesmo minha alma perscruta.

Espero que gostes desse teu presente,
minha amiga muitíssimo amada,
quero que saibas que eternamente,
em meu coração terás morada.

Para uma amiga...


Felicidade

A felicidade é o destino dos tolos e o caminho dos sábios.

Muitos pensam que há um caminho para a felicidade. Por causa disso partem, cônjuge após cônjuge, casa após casa, emprego após emprego e ainda assim não são felizes.

Não é culpa deles na verdade. Desde a infância ouviram que a felicidade era um destino, uma linha de chegada para os perseverantes ou um despojo de guerra para os fortes. Nada podia estar mais longe da verdade.

As pessoas pensam que a felicidade é um tesouro dentro de um baú, o qual podem abrir com a chave da casa própria, do casamento, do trabalho, etc. O problema é que elas não entendem que a felicidade é que é a chave! Ela é que abre os baús do sucesso, do amor e aí por diante. Não é mais provável ser promovido um trabalhador com um espírito animado? Na escolha de um parceiro, não é mais atraente alguém com um sorriso nos lábios?

Um bom começo para ser feliz é ser grato pelo que já tem. Sei que às vezes pode ser difícil identificar as coisas boas que temos na vida. Se assim for no seu caso, pense no que sentiria falta caso perdesse como sua saúde, seus familiares, sua vida ou até mesmo a simples refeição do dia. Com certeza verá algo pelo qual ficar contente.

Por isso lembre-se: a felicidade é vivida, não buscada. Quando aperceber-se que ela não é onde quer chegar mas sim como quer ir aonde quer que vá, então estará livre para ser feliz.



Mente e coração

Só com a mente que ponderamos as decisões que tomamos, e só com o coração que as concretizamos com sucesso.

Completos opostos, a mente e o coração estão no entanto condenados a trabalhar juntos. Diariamente eles travam umaguerra de atrito, persistindo em tentar restringir as ações do outro e reduzir a sua influência. Esse conflito porém, é vital para o bem do indivíduo.

Se ele fosse dominado pelo coração, seria vítima de suas próprias emoções, viajando constantemente numa verdadeira montanha russa emocional, alternando entre picos extremos sem forma alguma de controlar seus impulsos, pois isso é trabalho da mente.

Se por outro lado, ele fosse dominado pela mente, o resultado seria igualmente desastroso. O indivíduo serial cruel, incompassivo, metódico, inflexível e egoísta. Ele seria o exemplo perfeito de alguém frio e calculista, ocupando-se apenas dos fatores lógicos dos assuntos e não tomando em conta as emoções, pois isso é trabalho do coração.

Para concluir, gostaria de transcrever um texto que não é de minha autoria que diz mais ou menos assim:

"A mente e o coração são como um cavaleiro puxado por vários cavalos. Sem o cavaleiro os cavalos ficariam desgovernados mas sem os cavalos o cavaleiro não iria a lado nenhum".



Máscara

Por baixo desse esboço,
sob a pele de teu rosto,
encontra-se um desgosto,
que lhe é por outro imposto.

Por trás dessa alegria,
que somente aparentas,
há sublime agonia,
que não sei como sustentas.

E o que o teu olhar verte,
pra lá do corpo inerte,
são mágoas já sentidas,
tristezas revividas
e dores reprimidas.

Mas mesmo que estivesses distante,
já só como névoa em minha memória,
nunca serias em nenhum instante,
despojada de toda tua glória.

Para uma amiga...



Traumas

Muitas pessoas têm traumas. Às vezes aquela que parece ser a mais forte ou animada, pode se desfazer em lágrimas com a mera menção de determinado assunto.

Há aqueles que durante o dia se desgastam por completo no seu contato com os outros, pois, para não transparecerem o enorme transtorno emocional pelo qual passam, usam uma personalidade de fachada, concebida especialmente para tranquilizar e/ou iludir as pessoas à sua volta.

Existem várias espécies de traumas. Há os causados pela morte de um ente querido, por um desgosto amoroso, abandono dos pais, testemunho de cenas horríveis, injustiças, sofrimentos ou humilhações sofridas. É possível até ficar traumatizado por um trauma sofrido por outra pessoa.

Seja o que for, quase todos nós temos um episódio desses, contra o qual lutamos com todas nossas forças para manter encarcerado em um canto sombrio da nossa mente. Tal como uma úlcera, se não for tratado, ele lentamente corrói de dentro para fora.

Cada um tem o seu modo de lidar com o seu trauma, uns choram, outros isolam-se, outros escrevem...



Ela

Ontem viajei de transporte público como é o meu hábito. Ao olhar pela janela aquando de uma das paragens, notei uma linda moça loira. Ela também me notou e durante quase todo o tempo de espera trocamos longos olhares. Ela não sorriu e eu também não.

Pode parecer insano mas, a beleza da moça e a ideia de que provavelmente nunca a voltaria a ver causaram em mim um súbito e intenso desejo de sair e falar com ela. Apesar dessa ser a única forma de que eu pudesse alguma vez vir a conhece-la, sei que se o fizesse ela provavelmente me tomaria por louco. Assim, fiz a única coisa que me restava fazer, continuar viagem e esquece-la.

Não consigo no entanto deixar de pensar que parece igualmente insano NÃO ter falado com ela. Não poderia eu ter saído do veículo? Não era eu livre de o fazer? Afinal de contas, a minha viagem não era urgente. Iria alguém por ventura me censurar? Seria de alguma forma, ofensivo para a moça que eu tomasse tal ação? Após raciocinar sobre todas essas questões, parece mais ridículo não ter feito nada.

As oportunidades são como a brisa, elas vem e vão, sem avisar e inesperadamente, umas são mais sutis do que outras e cada uma é única e preciosa. Quem sabe? Talvez aquela fosse a minha futura esposa, mas agora eu nunca irei saber...



Céu estrelado

Tento em vão as estrelas contar,
enquanto sua beleza admiro,
mas quando passo a raciocinar,
com cada contagem dou um suspiro.

Como um tolo para o céu fico olhando,
esperando algum dia as alcançar,
mas enquanto continuo mirando,
o meu coração persiste em minguar.

Queria tanto ter uma só minha,
mesmo que fosse uma pequenininha,
ó como seria do meu agrado,
guarda-la-ia com todo o cuidado.

Eu permaneço porém resignado,
quieto a contemplar o céu estrelado,
o que afinal posso eu fazer,
se não posso subir nem elas descer?



Só de passagem

Vim, vi e segui. Encontros com pessoas desconhecidas me fazem refletir muito. Isso geralmente acontece nos transportes públicos.

Há qualquer coisa de intrigante nas viagens de transporte público. Eu entro, sento e começo a observar as pessoas à minha volta. Não sei por que mas eu às vezes tenho a tendência de sobre-analisar as coisas, e acho que essa possa ser uma dessas situações.

Não sei, talvez seja o fato de viver numa cidade grande (São Paulo) que provoca tais raciocínios, pois, nas viagens que faço, mesmo que seja no mesmo dia, à mesma hora, no mesmo meio de transporte, eu sempre vejo rostos diferentes a cada viagem.

Isso me causa um certo transtorno, toda essa impessoalidade da grande metrópole. Desperta em mim horríveis pensamentos de que perdemos toda e qualquer importância e individualidade que possamos ter devido a sermos uma porção tão ínfima da sociedade.

Amanhã usarei o transporte público novamente. Quem sabe? Talvez nos cruzemos e você nunca virá a saber...



O céu é azul

Lá foi Polaris quem me guiou,
aqui usarei o Cruzeiro do Sul,
mas houve uma coisa que não mudou:
o céu é azul.

Apesar de grande o desejo,
de não me lembrar,
tudo aquilo que vejo,
me faz recordar,
pois o céu é azul.

Por isso eu corro,
tento esquecer,
mas ainda assim sofro,
não há o que fazer,
pois o céu é azul.

Preciso me esforçar,
não posso desistir,
tenho que continuar,
tenho que persistir.

Mas há um problema,
um grande dilema:
o céu é azul...

Mudar

Por vezes ficamos entediados com a vida e pensamos que ela é monótona. Nada podia estar mais longe da verdade.

Cada momento, cada segundo é único e diferente do anterior. O ambiente muda, o tempo muda, o clima muda, e até mesmo o que pensávamos ser impossível de mudar, nós mesmos, também mudamos.

A mudança pessoal no entanto, nem sempre é boa. Às vezes tornamo-nos em algo que nunca pensávamos que viríamos a ser, e por vezes até mesmo em algo que desprezávamos.

A mudança também tem sempre uma causa. Seja algo, alguém ou até mesmo um pensamento, há sempre uma razão para o despoletar da mudança. Às vezes até algo tão simples como observar a chuva pode desencadear pensamentos metamorfósicos.

Mudança é a lei da vida. Não podemos lutar contra isso nem podemos fugir disso, só podemos aceitar. As mudanças da vida são como as ondas do mar. Elas continuam vindo, uma após a outra e não há nada que possamos fazer acerca disso a não ser tentar usá-las a nosso favor.

Para concluir, gostaria de referir que o dia de hoje está sendo agradável. Espero que isso não mude.



Esquecer

Há uma célebre frase que diz mais ou menos assim: "Nada grava algo tão fortemente na mente do que tentar esquecer".

Esquecer. É algo aparente simples não? No entanto seu poder é tão incomensurável que não está ao alcance de nós mortais. Quem de nós não tem lembranças que queria esquecer? Lembranças que nos causam arrependimento, remorsos, tristeza ou sentimento de culpa? Todos temos, cada um de nós.

Não seria, contudo, apropriado se tivéssemos o poder de livrarmo-nos de más lembranças. Por que? Porque tal capacidade poderia ser usada para fins nefastos. Imagine o horror que se sucederia se os seres humanos não tivessem lembranças de suas más ações e o arrependimento que se lhe acompanha. Eles não aprenderiam com seus erros e encaminhar-se-iam inexoravelmente para resultados desastrosos.

Todavia...eu confesso...há coisas que eu desejava intensamente não lembrar. Por enquanto, só há uma coisa a fazer...tentar esquecer.



sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Cicatrizes


Acho extremamente apropriada a comparação que muitas vezes é feita entre as lesões físicas e as emocionais. Em ambas as situações existe uma ferida, esta ferida causa dor e deixa uma cicatriz.

Sempre me interroguei quanto ao pr...opósito das cicatrizes. Nunca entendi o porquê que o corpo decide deixar vestígios de umas feridas e de outras não. Seja qual for a razão, uma coisa é certa: dificilmente temos uma cicatriz da qual não sabemos a causa, não, mas lembramos de todos os detalhes, o que aconteceu, quando, como, quem estava envolvido e porquê.

As cicatrizes são como pequenos lembretes para que não voltemos a ferir-nos da mesma forma. Quem nunca se feriu enquanto andava de bicicleta? Andar de bicicleta é como viver. Você precisa ter força, equilíbrio, persistência e não duvidar.

Por último, quero deixar um pequeno pensamento: quem pedala arrisca-se a cair, mas quem só anda a pé não se diverte tanto.


Será?

Já o era antes e eu não via?
E se assim foi, voltará a ser?
Tenho esperança de que algum dia,
isto possa vir a acontecer.

Como saberei se é diferente?
Identificarei a emoção?
Eu já não posso confiar na mente,
pois ela é sujeita ao coração.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...