terça-feira, 30 de abril de 2013

Impetuoso

Ó verme infame, porque confiaste,
e a tão grande amor te entregaste?
Tu mesmo cavaste esta sepultura,
terás pois, dor eterna e sem cura.

Junta agora os cacos da tua mente,
fa-lo depressa, assim de repente!

Quem sabe ao correr não aprendes a andar,
e enlouquecendo, a raciocinar?

Mergulha, mesmo sem saber nadar,
e caso na água te venhas a afogar,
pelo menos dela pudeste desfrutar...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...